A presentação do Burkina Faso - Residência «Le Caïlcédrat»

A presentação do Burkina Faso

A presentação do Burkina Faso
Situação Geográfica
 
O Burkina Faso, ''terra das pessoas honestas” nas línguas moré e diula, tem uma superfície de 274 000 km². Está situado no coração da África Ocidental, entre as longitudes 5° Oeste e 2° Leste, e as latitudes 9° Norte e 15° Sul.
É um país continental, tendo como vizinhos o Níger a Leste, o Mali a Nordeste, a Côte d'Ivoire, o Gana, o Togo e o Benim, ao Sul. Não possui litoral e situa-se a mais de 500 km das costas do Golfo da Guiné.
 
Características geoclimáticas  

Relevo

O Burkina Faso é um país plano cujo relevo é constituído por várias planícies entre 250 m e 300 m inclinadas ligeiramente do Norte para o Sul. Essas planícies são dominadas ao Sudoeste por planaltos de arenito que culminam a 749m com o pico de Tenakourou.
Outros relevos vêm quebrar a monotonia do conjunto : entre os mais notáveis estão as falésias de Gobnagou, na fronteira com o Benim, e as de Banfora, a Oeste do país. O Sudoeste do Burkina Faso é marcado por um relevo de colinas. O Centro do país é coberto por um planalto laterítico. No Sul do país há um relevo isolado constituído pelo Pico de Naouri. O Norte do Burkina Faso caracteriza-se por um relevo de transição entre os planaltos e os grandes espaços sahelianos do Mali e do Níger, marcado por dunas de areia.  

Clima

O clima é de tipo tropical: saheliano ao Norte e sudanês nos outros lugares. Caracteriza-se por duas (2) estações distintas : uma estação de chuvas que dura de 4 a 5 meses (de maio a outubro) e uma estação seca que dura 7 meses (de novembro a abril).
A pluviometria varia conforme as zonas: assim regista-se em média 1 200 mm/ano no Sul e 300 mm/ano no Norte. As temperaturas mais elevadas (40°C - 45°C) são registadas entre março e junho, no Norte do país. No entanto, as temperaturas variam entre 10°C e 43°C. Dezembro e janeiro são os meses onde as temperaturas são as mais baixas. 
A zona sudanesa ocupa todo o Sul do país com aproximadamente 6 meses de chuvas; a zona sudano-saheliana, situada no Centro, ocupa a metade do país com 4-5 meses de chuvas; a zona saheliana, no Norte, conta com aproximadamente 2 meses de chuvas. 
  
Vegetação

A humidade aumenta de Nordeste para Sudeste: a vegetação passa, de Norte a Sul, de estepes espinhosas a savanas arbóreas, e depois a florestas claras.
Assim, no Norte do Burkina Faso há estepes onde predominam espécies espinhosas como a jujubeira. Descendo na direção Sul, a estepe e a areia cedem lugar a grandes savanas e florestas claras onde predominam os baobás e os karités.
A maioria das florestas estende-se sobre a metade sul do país e forma galerias florestais ao longo dos cursos de água. No Sul e Sudoeste do país, o clima mais húmido favorece o desenvolvimento de uma savana mais densa. A Leste encontram-se savanas arbóreas, refúgio da grande caça, constituídas pelos grandes parques e reservas de animais.
Estas unidades de vegetação permitem a divisão do país em grandes zonas agroclimáticas : a zona saheliana do Norte, a zona sudano-saheliana do Centro e a zona sudanesa do Sudoeste. 

Hidrografia 

O Burkina Faso é banhado por vários rios, lagos e barragens. O rio mais longo é o Mouhoun (ex-Volta Negro) a Oeste do Burkina Faso. Depois de receber as águas do Sourou (seu afluente), vai encontrar-se com o Nakambé (ex-Volta Branco) no Gana para formar o imenso lago Volta. O Volta Vermelho (Nazinon) e o Volta Branco (Nakambé) atravessam o Centro do país, de norte a sul. O Nakambé é alimentado pelos lagos Bam, Dem e Sian. Mais a Oeste o rio Comoé, que se comunica com o lago de Tengrela, entra na Côte d'Ivoire.
Várias barragens (Kompienga, Ziga, Bagré) permitem abastecer as grandes aglomerações com água corrente.